O MOTIVO DO MEU FRIO NA BARRIGA

Que atire a primeira pedra quem nunca sentiu um frio na barriga antes de uma prova, ou nunca sentiu que umas borboletas estivessem visitando seu estômago antes de ver aquela tal pessoa da qual tu gosta. Todos já sentiram ou vão sentir. Têm que sentir. É uma sensação adorável, alegre e apaixonante. Ver o coração palpitar só de saber que vai de encontro com essa tal pessoa já é inicio para uma grande fase de borboletas sobrevoando seu estômago e coração.

O motivo do meu frio na barriga, das palpitações, das mãos inquietas sempre foi você. Esperei 17 anos até sentir uma coisa assim, tão diferente e surreal. É estranho saber que com você tudo foi diferente desde o inicio e mesmo sabendo que não podíamos, nós queríamos e fizemos. Foi no dia 25 de agosto que te vi pela primeira vez e quando me apaixonei. Fiquei míseros 15 minutos no mesmo ambiente que você e não trocamos um oi sequer mas algo me dizia que teria algo.

Um dia depois chega uma mensagem inesperada tua no meu celular e eu fiquei sem saber o que fazer, nem responder, mas comecei a rir de nervoso ou felicidade, ou os dois. Foi uma semana longa aquela, a começar com algumas pequenas discussões. Não ficávamos um dia sem se falar até que demos conta de que não poderia ter nada entre a gente. Resolvi tomar uma iniciativa, que talvez tenha sido a segunda melhor da minha vida, marquei um encontro. Para conversar, passar um tempo juntos, rir, desabafar, contar umas histórias… Foi o que aconteceu, dia primeiro de setembro de dois mil e treze, o dia em que ficaríamos frente a frente para tirar a limpo o que aconteceria ou não entre nós dois. Marcamos numa praça movimentada ao lado do shopping, o dia estava quente e eu usava um macaquinho azul. Te vi de longe, bermuda jeans, camisa preta, óculos e um chiclete. Você estava de costas então não deve ter visto eu chegar e no momento pensei em desistir, voltar pra trás. As borboletas dentro de mim não paravam um segundo.

“Oi”

Pronto, agora vai. Ficamos horas conversando, brincando, rindo, tudo como eu imaginava e foi o suficiente para eu saber que tinha que ser você. Algo impedia, ou melhor, alguém. Não podia magoar ninguém mas não queria mais sentir uma raiva de mim por não tentar um outro estilo de vida. Segunda iniciativa e essa com certeza foi a melhor da vida. Tudo resolvido, não tinha mais ninguém entre nós. Aconteceu. O primeiro beijo. O primeiro de muitos mas não imaginávamos isso. O mundo parece que parou. Ele todo certinho, com receio de fazer algo errada que pudesse me ofender, achei lindo. Me apaixonei. Não acreditava que pudesse gostar tanto assim de alguém sem ao menos conhecer essa pessoa. Me enganei, mordi a língua. Com certeza estava apaixonada.

Ele foi, e ainda é o motivo de eu ter um mundo de borboletas em mim, será que isso define o nome que coloquei no meu mundo? O motivo do meu frio na barriga desde o primeiro instante foi o sorriso maravilhoso que esse menino tem. Ai meu Deus, e que sorriso. Ninguém é perfeito mas para mim não importa, estamos juntos, felizes, graças à uma pessoa que nem faz mais parte da minha vida. Devo agradecer, então obrigada. Você fez com que meus horizontes alcançassem a felicidade ao lado de quem realmente gosta de mim e me faz feliz.

assinatura nova

Anúncios

Deposite nessa caixinha abaixo sua singela opinião.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s