Amizade Adoecida

Eu costumava acreditar que a força dos relacionamentos é medida pelos anos de duração. Não me parece uma tese ruim, na verdade. Se temos ao lado pessoas por um longo período é porque gostamos dessas companhias, porque elas nos fazem bem, certo? Errado! Muitas vezes os relacionamentos são bons de verdade apenas no começo, e eu não estou falando de amor Eros (não dessa vez). Estou falando do amor Philos, de amizade, daquela coleguinha que você conheceu na 1ª série e até hoje faz parte da sua jornada.

Nos primeiros anos tudo era uma maravilha. Vocês se conheceram e logo já estavam uma na casa da outra pra brincar de Barbie. Algum tempo se passou e as Barbies foram substituídas pelo DVD do Rebelde, um sofá arrastado e muitas horas de dança e cantoria. Depois foi a vez das descobertas da vida, afinal a pré-adolescência vem com tudo! Garotos, ficadas, fofocas, inimigas e um pouco de rebeldia também.

tumblr_mabehxGOA31rno4jjo1_500

Nessa fase foi que as divergências de ideias surgiram, porque mesmo que eu gostasse de ser uma boa moça, queria experimentar coisas novas. Queria beber, sair, chegar tarde ou nem chegar. Queria ir às festas legais, conhecer pessoas, me aventurar sem saber se vou ter carona às cinco da manhã. Porque mesmo que isso resultasse em uma situação desagradável, eu pelo menos poderia dizer que a vivi, teria história pra contar.

Mas você nunca sintonizou nessa vibe. Sempre quis ir embora cedo, rejeitava os gatinhos que eu te arranjava e tentava segurar a minha barra. Meu estilo de vida não é melhor que o seu e cada um tem o livre arbítrio pra decidir o que quiser. O que realmente me incomoda é que eu sei que essa não é você. São barreiras construídas por medo e insegurança. Sinto muito não tê-las percebido antes, eu certamente teria te ajudado a quebrá-las.

Atualmente o seu muro é tão grande e espesso que me dói tentar escalar. Afastamos-nos tanto que por mais que a gente tente recuperar o “Best friend forever”, algo me diz que não vai rolar. É como se o nosso santo não batesse e certa rivalidade pairasse no ar. Amigos à nossa volta se foram e isso é um dos motivos que nos prendem, como um namoro de muitos anos onde todos esperam que termine em casamento. Só que eu tô me desapegando desses comodismos pra buscar coisas mais saudáveis.

Eu preciso de uma M.A mais calorosa, que seja menos indiferente. Uma M.A que me ouça e me aconselhe do fundo do coração, sem meias palavras, sem frases prontas. Uma M.A que não me troque pelo namorado ou que me escolha como segunda opção. Que preveja atitudes do meu desagrado, e as evite. Que não me julgue pelos meus impulsos ou loucuras. Que não tente mais “segurar a minha barra”, mas sim que me ajude a soltá-la de vez.

Até hoje você fez parte da minha jornada e agora precisamos seguir sozinhas. Vamos congelar os momentos bons e nos prevenir dos ruins. Se um dia uma reflexão bater e você sair do armário, chega junto que a gente cai na night ou viaja sem rumo num fusca rosa que estou pensando em comprar. Espero que esse dia não esteja tão longe e que logo encontremos um remédio para a nossa amizade adoecida.

Com carinho,
A amiga.

Anúncios

5 comentários sobre “Amizade Adoecida

  1. Para uma amizade adoecida, nada como o tempo e orações. Tempo para refletir, orações para iluminar o caminho que devemos seguir 🙂
    Beijo, lindo dia :*

    Curtido por 1 pessoa

Deposite nessa caixinha abaixo sua singela opinião.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s